O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quarta-feira, 18 de abril de 2012

CBF promete solução para o América

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prometeu resolver o problema de estádio do América para jogar a série B. A informação é do presidente da Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF), José Vanildo, que aproveitou a estada de dois dias no Rio de Janeiro para relatar as dificuldades que o filiado vem encontrando provocada pelas obras da Copa de 2014, que ocasionaram a demolição do estádio Machadão, sem que o governo do RN apresentasse uma alternativa para o clube mandar os seus jogos. Também foi exposto o problema da rivalidade com o ABC, cuja diretoria não aceita ceder o estádio ao alvirrubro. O presidente da CBF, José Maria Marín, se mostrou sensível a questão e prometeu ao dirigente potiguar uma solução. Mas não apresentará qualquer alternativa sem antes escutar o departamento de engenharia da entidade. Não está descartada inclusive a hipótese de a Confederação Brasileira de Futebol interceder junto ao ABC para abrir os portões do Frasqueirão ao seu co-irmão uma vez que o problema foi gerado devido as obras para Copa. A situação em Natal é idêntica a de Curitiba, onde os dirigentes do Coxa se recusam a alugar o estádio Durival de Brito ao  Atlético/PR, que está sem poder atuar na Arena da Baixada pelo fato do estádio estar em reforma para receber os jogos do Mundial de 2014. A CBF também deve interferir lá em busca de uma solução amigável. "Eu sempre achei que a solução desse impasse (de um estádio para o América jogar a série B) teria de passar por negociações entre a CBF e a FNF. A federação vive o dia a dia dos clubes locais e aproveitei o encontro com o presidente José Maria Marín para expor o problema. Ele escutou com muita atenção minha explanação e ficou de apontar uma solução nos próximos dias. O América não é o gerador, mas sim uma vítima desse problema todo", destacou José Vanildo. O prazo para reforma do estádio Nazarenão é de 30 dias, mas até agora não foi realizada, nem sequer iniciada nenhuma melhoria na praça esportiva. Para receber jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro, o estádio terá de criar espaços para abrigar mais 4 mil torcedores sentados. A verba prometida pelo Ministério do Esporte, de R$ 800 mil para o início do projeto de ampliação do estádio, ainda não foi liberada. A Prefeitura de Goianinha, por sua vez, enviou o projeto apenas para a secretaria de Infraestrutura e não tem perspectiva de prazo para iniciar as melhorias.
Nem a melhoria das cabines de rádio e televisão, orçada em R$ 120 mil e que seriam realizadas com recursos próprios tem prazo para iniciar.
Nazarenão é confirmado pelo América
Obedecendo o prazo estabelecido pelo regulamento da série B do Brasileiro, o América indicou o estádio Nazarenão, em Goianinha, para abrigar os seus jogos dentro da competição. Mas a diretoria do clube potiguar sabe que terá de iniciar uma verdadeira corrida contra o tempo para enquadrar a praça esportiva apta para atender as exigências realizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A mais emergente diz respeito a ampliação da capacidade de público através da instalação de arquibancadas móveis. Como o tempo é curto para realizar as melhorias indicadas, já existe dirigente trabalhando com a hipótese de o América realizar o seu jogo de estreia na competição nacional fora do RN. A questão do Frasqueirão foi definitivamente dada como encerrada pelo presidente americano, Alex Padang, que não esconde o aborrecimento com a diretoria do clube rival devido ao problema da falta de repasse da arrecadação da parte que caberia ao América no clássico passado. "Nós não temos outra praça para atuar, vamos concentrar esforços para preparar o estádio de Goianinha. Por enquanto estamos buscando realizar parcerias com o Governo do Estado que prometeu nos ajudar e trabalhando também outras possibilidades. Nossa meta é jogar dentro do Rio Grande do Norte e não devemos medir esforços para tanto", ressaltou Padang. O dirigente reconhece que tem muito trabalho para ser realizado e informou que vem tratando especificamente da questão com fornecedores. "Estamos realizando o levantamento de preços com algumas empresas especializadas. Ainda não temos nada fechado, mas as negociações devem ter prosseguimento a partir da próxima semana. Estou tratando dessa questão pessoalmente", informou. A estimativa é que pelos oito meses de contrato para manutenção da arquibancada móvel, o clube tenha de desembolsar algo em torno de R$ 240 mil. Com a estrutura a capacidade de público do estádio irá aumentar para 10.200 torcedores. Quanto a possibilidade de alugar o Frasqueirão, Alex Padang frisou que já procurou o presidente do ABC duas vezes, sendo que em uma delas Rubens Guilherme foi ao seu apartamento para negociar o aluguel do estádio ao América e não teve solução. Agora com o acirramento da crise entre os dois clubes, o presidente americano não vê mais qualquer possibilidade de voltar a sentar a mesa com o pessoal do alvinegro. "Você pode escrever ai, eu só me sento a mesa com o pessoal do ABC depois deles pagarem o que devem ao América. Essa questão de sequestrar a renda que coube ao América no último clássico e impedir nossos fiscais de ter acesso à bilheteria foi um crime" , protestou o dirigente, "o que ele estão fazendo é apropriação indébita e dá cadeia. Nós iremos até as últimas consequências nesse episódio e vamos pedir que o Ministério Público faça uma devassa nas contas do clássico, uma vez que eles podem estar sonegando inclusive impostos federais", completou o presidente Alex Padang.
Norberto vai para a lateral direita
Com o elenco reduzido, mesmo querendo criar um clima de mistério para o primeiro jogo da decisão do segundo turno do Campeonato Estadual, o treinador Roberto Fernandes vem encontrando dificuldades. Como o aproveitamento do lateral Walber foi descartado pelos médicos do clube visando o jogo do próximo sábado, o comandante alvirrubro ficou sem alternativa para lateral e tudo indica que Norberto continuará atuando pelo setor. Com isso, Jairo deve mesmo ser confirmado no meio campo, no lugar de Júnior Xuxa, que terá de cumprir suspensão automática no confronto, devido a expulsão no clássico contra o ABC. Por sinal o jogador que recebeu seu terceiro cartão vermelho na competição vai ser julgado pela expulsão na partida contra o Santa Cruz, na próxima terça-feira, junto com o atacante Lúcio. Ontem a Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (Ceaf-RN) definiu o árbitro do primeiro confronto da final. O sorteado foi Francisco Carlos do Nascimento (FIFA-AL). Ele será auxiliado por Valdomir Antônio de Araújo Júnior e Vinícius Melo de Lima. O quarto árbitro será Leandro Saraiva.
Fonte: Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário