O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Cícero rouba cena em volta de Fred como titular, e Flu detona América-RN

Vitória graças a dois gols de um jogador com presença de área, capaz de antecipar-se aos zagueiros e surpreender o goleiro. Fred? Não, Cícero. No primeiro jogo como titular do centroavante, após a Copa do Mundo, foi o meia quem roubou a cena. Fez o primeiro e o segundo do 3 a 0 do Fluminense sobre o América-RN, na noite desta quarta-feira, em Natal, e encaminhou a vaga às oitavas de final da Copa do Brasil. Fred atuou pela decisão de Cristóvão Borges de poupar quatro atletas, entre eles Rafael Sobis, o atacante titular - não começava desde 18 de maio, quando da derrota para o Grêmio, pelo Brasileirão. E sentiu na pele o duplo desafio que terá pela frente: a concorrência interna no Tricolor e marcação das torcidas adversárias. Foi vaiado a cada toque na bola. No segundo tempo, em ótima assistência, participou do gol de Conca corando o esforço e a movimentação em campo. O América-RN, embora tenha pressionado em alguns momentos, não teve qualidade nas finalizações e parou nas mãos de Diego Cavalieri. A classificação carioca, então, deve ser decidida no próximo dia 13, no Maracanã, no Rio, quando da partida de volta da terceira fase do torneio. Pode perder por dois gols de diferença ou três desde que balance a rede adversária. O América-RN precisa ganhar por quatro gols. Antes, porém, no sábado, as duas equipes retomam o Brasileirão. Enquanto o América-RN desafia o Icasa, o Fluminense recebe o Coritiba.
Cícero Fluminense x América-RN (Foto: Anderson Stevens / Photocamera) 
Cícero Fluminense x América-RN
(Foto: Anderson Stevens / Photocamera)
Cícero é o nome do jogo
Sem quatro titulares, o Fluminense não sofreu da falta de entrosamento. Elivelton, Edson, Chiquinho e Fred, os substitutos de Henrique, Valencia, Wagner e Rafael Sobis, mantiveram o futebol idealizado por Cristóvão Borges: intensa movimentação e troca de passes. Com eficiência, afinal, apenas no primeiro tempo, o Tricolor teve índice de acerto de 95%. Em um desses, pela esquerda, aos nove minutos, Chiquinho achou Cícero livre dentro da área. O meia teve tempo para dominar e chutar cruzado: 1 a 0. O América-RN foi envolvido e só ameaçou no final da etapa inicial, especialmente em jogada pela direita com Marcelinho e Pimpão. E sofreu uma baixa: o goleiro Fernando Henrique, ex-Flu, se machucou em choque com Jean Cléber, e precisou ser substituído. O América-RN ensaiou reação no segundo tempo. Porém, logo aos três minutos, numa repetição do lance do primeiro gol, o Flu fez o segundo. Pela esquerda, Chiquinho cruzou, e Cícero ganhou da defesa e, com um leve toque, venceu o goleiro Dida: a bola passou entre as pernas dele. O Flu manteve a superioridade, e o América-RN, sem conseguir entrar na área, passou a arriscar em chutes de longe. Jeferson e Pimpão abusaram – o time potiguar somou 14 conclusões, o dobro do carioca. Mas a qualidade falou mais alto. Com ótima visão de jogo, Fred serviu Conca. O argentino driblou o goleiro e fechou o placar: 3 a 0.


FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-RN 0 X 3 FLUMINENSE-RJ
Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data: 6 de agosto de 2014 (Quarta-feira) - Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA)
Cartões amarelos: Andrezinho, Márcio Passos e Cleber (América-RN) e Elivelton e Edson (Fluminense-RJ)
GOLS: FLUMINENSE-RJ:  Cícero (aos 9’ do 1T e aos 3’ do 2T) e Conca (aos 21 do 2º Tempo)
AMÉRICA-RN: Fernando Henrique (Dida), Marcelinho, Cleber, Márcio Passos e Paulo Henrique; Jean Cléber, Tiago Dutra, Val (Jéferson) e Andrezinho (Arthur Henrique); Rodrigo Pimpão e Max. Técnico: Oliveira Canindé
FLUMINENSE-RJ: Diego Cavalieri, Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos (Wágner); Edson, Jean, Cícero (Rafael Sobis), Darío Conca (Walter) e Chiquinho; Fred. Técnico: Cristóvão Borges

Por Natal 

Nenhum comentário:

Postar um comentário