O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

sábado, 4 de outubro de 2014

América-RN bate Joinville, e quebra jejum

Após 10 jogos sem saber o sabor da vitória, o América-RN reencontrou o caminho dos gols e deu fim ao jejum que atormentava o time alvirrubro há mais de um mês. O placar de 1 a 0 sobre o Joinville, com gol de Rodrigo Pimpão, na Arena das Dunas, aos 37 minutos do segundo tempo, também marcou o reencontro do atacante com as redes. A última vez em que havia feito um gol foi no jogo contra o Paraná, pela 19ª rodada da Segundona. Mesmo com a vitória, o resultado deixou o Mecão na zona de rebaixamento. Contudo, o time chegou aos 29 pontos, atingindo a 17ª colocação, três a menos que o Paraná, 16º colocado. Quanto ao Joinville, a equipe catarinense caiu uma posição, chegando ao quarto lugar e perdendo a chance de chegar na ponta da tabela. Nesta terça-feira, será realizada a 28ª rodada da Série B. O América-RN viaja ao Mato Grosso para enfrentar o Luverdense no Estádio Passo das Emas, enquanto o Joinville recebe em casa, na Arena Joinville, o Santa Cruz. As duas partidas estão marcadas para às 21h50.
América-RN x Joinville, na Arena das Dunas (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com) 
Rodrigo Pimpão deu fim ao jejum de vitórias do América-RN
(Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)
Logo de início, o Joinville deu ritmo ao jogo. A primeira chance, com menos de um minuto de bola rolando, foi com o zagueiro Bruno Aguiar, que em cobrança de falta, assustou o goleiro Fernando Henrique, mas acabou criando poucas chances durante o primeiro tempo. Bom para o América-RN, que teve várias oportunidades. Pela lateral direita, Athur Maia arriscou um forte chute, mas a bola subiu demais e foi para fora. E foi pelos pés do meia do Mecão que o time quase abriu o placar, aos 19 minutos. Em rápida jogada pela esquerda, o jogador achou Alfredo e ariscou um passe em profundidade, mas o zagueiro Guti conseguiu cortar a bola, que deixaria o atacante cara a cara com goleiro Ivan. A dupla alvirrubra estava bem entrosada na partida, tanto que o atacante chegou a balançar a rede do JEC, mas pelo lado de fora. Depois de um bonito passe de Arthur Maia, que encobriu a defesa catarinense, Alfredo emendou de esquerda, mas a bola foi para fora do campo. No último minuto, o Joinville ainda conseguiu um bo m ataque com Edigar Junio, mas Fernando Henrique conseguiu defender o lance.
Pimpão: gol da esperança
Na etapa final, América-RN e Joinville não conseguiram transformar as chances em gol e a partida cai em qualidade. Muitas faltas e muitos passes errados deixaram os jogadores impacientes. Apesar do apoio da torcida, que contou com um bom público feminino, por conta de uma promoção da diretoria americana, os jogadores pouco exigiram o goleiro Ivan, do JEC. Do outro lado, a equipe catarinense que não tinha o seu artilheiro, o atacante Jael, saiu mais uma vez sem balançar as redes. No entanto, quando a partida já caminhava para a 11ª partida sem vitórias do América-RN, veio a bola que deu esperança aos jogadores e aos torcedores rubros. Aos 37 minutos do segundo tempo, após cobrança de escanteio de Arthur Maia, a bola passou por toda a área e o atacante Rodrigo Pimpão, com muiot oportunimo, deu um leve toque de cabeça e põs fim ao martírio alvirrubro na Segundona.
Por Natal 

ABC é derrotado pelo Oeste e vê aproximação da zona do rebaixamento

Em partida realizada na noite deste sábado(4/10), no Estádio dos Amaros, em Itápolis, saiu de campo derrotado pelo Oeste-SP por 1 a 0. O zagueiro Marlon, contra, marcou o gol da vitória dos paulistas. O confronto foi válido pela 27ª rodada da competição. Com a derrota, o Alvinegro permaneceu com 32 pontos e caiu para a 15ª posição, sendo ultrapassado pelo adversário da noite, que chegou aos 33 pontos ganhos e agora é o 14º. Na próxima rodada, o ABC enfrenta o Avaí na terça-feira (7), às 21h50, no estádio Frasqueirão. Já o Oeste encara o Paraná no estádio Durival Britto, às 19h30, do mesmo dia. Os duelos serão válidos pela 28ª rodada da Segundona.
Pressão abecedista
Apesar de jogar fora de casa, foi o ABC que criou as melhores chances na primeira parte do confronto. Logo aos 2 minutos, Rodrigo Silva recebeu cruzamento e cabeceou para o gol, o arqueiro do Oeste espalmou. A pressão abecedista persistiu e a equipe quase marcou. Rodrigo Silva foi lançado na área, mas chutou fraco, facilitando a defesa. O Oeste teve dificuldades para trocar passes e tentou chegar com os lançamentos longos, entretanto a defesa potiguar, bem postada, neutralizou as investidas. Depois de cobrança de escanteio, a zaga cortou mal e o time norte rio-grandense quase marcou com Rodrigo Silva, que cabeceou para fora – terceira chance desperdiçada pelo camisa 9. No fim do lance, o atacante se chocou com o goleiro, que ficou caído em campo. Sem deixar o adversário crescer em campo, o ABC teve a melhor chance da partida aos 28 minutos. Zambi recebeu cruzamento na área e foi derrubado pelo zagueiro do Oeste. A arbitragem não hesitou e assinalou o pênalti. Rodrigo Silva cobrou, mas mandou nas mãos do goleiro Anderson. E 0 a 0 no placar. Em seguida, o time natalense teve mais uma chance em cobrança de falta de Patrick, que passou perto da trave. O pênalti perdido parece ter desanimado o Alvinegro e aumentado o ímpeto do time paulista, que conseguiu criar sua primeira boa chance de ataque. Dênis arriscou de longe e mandou a bola perto da trave de Camilo. Nos minutos finais, as equipes diminuíram o ritmo e o primeiro tempo ficou no 0 a 0.
Apagão e derrota
Na volta do intervalo, os papeis se inverteram e o Oeste começou pressionando e quase marcou no primeiro minuto em finalização de Reis. Apesar de ter a posse de bola, os donos da casa, não conseguiram concluir as jogadas. Com problemas no setor de criação, o Alvinegro não teve dificuldades para atacar. Apenas aos 20 minutos, a equipe chegou pela primeira vez. Após escanteio, a bola sobrou para Rodrigo Silva, que não conseguiu alcançar a bola. Para mudar a situação do ataque, Moacir Júnior(Foto) sacou Rodrigo Silva e colocou em campo Beto. Mas a mudança causou o efeito contrário. Aos 22 minutos, após cruzamento rasteiro para o meio da área, Marlon tentou cortar e acabou mandando contra o próprio patrimônio. Gol do Oeste. O gol abalou o time abecedista que seguiu com problemas para atacar. Nem as entradas de Lúcio Flávio e Ronaldo Mendes nos lugares de Zambi e Xuxa mudaram o patamar do Alvinegro. A equipe paulista também com dificuldades, passou a explorar os contra-ataque e administrar a vantagem. Apesar disso, quase ampliou a vantagem aos 37 minutos em chute de Lelê, que Samuel salvou em cima da linha. Antes do término do jogo, o Oeste teve mais uma oportunidade de marcar o segundo gol. Aos 40, Dênis cobrou falta com categoria e Camilo voou para impedir que a bola entrasse. Nos acréscimos, o ABC tentou o empate com Ronaldo Mendes, mas a bola parou nas mãos do goleiro Paes. Fim de jogo com a vitória dos paulistas sobre os potiguares. 1 a 0.
Por Heilysmar Lima/Portal no Ar

D. Brigida, a mãe de Jota Kelly não conteve tanta emoção

Diego Keully, feliz em saber que o seu pai fez história no esporte Assuense
Passado quase que uma semana da cerimônia de entrega do Troféu Radialista Jota Keully, doado pela Super Rádio Princesa do Vale ao Campeão 2014, do 21º Campeonato Assuense de Futebol Amador, promovido pela LAD, faço questão de registrar que a mãe do homenageado,  D. Brigida Silva não conteve as lágrimas e chorou de emoção ao entregar juntamente com o filho de Jota, Diego Keully o troféu de campeão ao capitão do Palmeiras, o zagueiro Fernando, foi um momento de muita emoção vivido por todos que estavam presentes na cerimônia. Confira imagens da solenidade de entrega da premiação que aconteceu no Edgarzão no último dia (27/09) com o registro das imagens do blog Fique Sabendo.
 
 
 

Por L. Filho

Um sonho para dois

Eles são do Rio Grande do Norte, filhos do coronel aposentado da Polícia Militar, Lucílio Freire, de Pau dos Ferros, e a dona de casa, Marlusa Freire, de São José de Mipibú, hoje separados, mas sempre na torcida pelos herdeiros  que podem realizar um feito inédito na história do MMA (artes marciais mistas). De Mossoró, passando ainda poucos meses em Assú, antes de escolherem Natal como sua morada, Patricky Pitbull (Everlast) e Patrício Pitbull (Everlast) podem ser os primeiros irmãos a serem os primeiros campeões mundiais em suas categoriais do esporte, hoje na organização Bellator Fighting Championship, a segunda de maior visibilidade, perdendo para o UFC. Para conquistar a façanha inédita para o esporte do Rio Grande do Norte, falta Patricky Freire, 28 anos. Ele perdeu há uma semana o confronto de acesso, contra  Marcin Held (20-3), da Polônia, por decisão unânime, para buscar a disputa de ser o melhor de sua categoria, a Leve (até 70,3kg). Já Patrício (27) torce pela volta de seu irmão, mas não esconde sua alegria de exibir  o cinturão da categoria Peso Pena (até 66,2kg).
adriano abreuOs irmãos potiguares Patricky e Patrício Pitbull lutam em busca de mais apoio e para chegarem juntos ao topo nas lutas de MMA 
Os irmãos potiguares Patricky e Patrício Pitbull lutam em busca
de mais apoio e para chegarem juntos ao topo nas lutas de MMA
“É muito orgulho para meu estado, para minha família, amigos da Pitbull Brothers, ter sido campeão do mundo. Agora, o sonho de sermos dois campeões mundiais é um sonho antigo, desde quando meu irmão entrou no Bellator. A gente vem sonhando com isso. Infelizmente ele perdeu a última luta. O sonho não acabou e ele fazendo uma nova sequência disputa o título. É uma questão de tempo. Vou lutar para segurar o cinturão até ele chegar para a festa ser completa. Confio muito em Deus e sei que esse dia vai chegar”, comentou Patricio, que conquistou o título mundial contra o americano Pat Curran, em Uncasville (EUA), na luta principal do Bellator 123, no último 5 de setembro. Para Patricky, é voltar lutar em novembro para retomar a sequência. “O sonho de ser campeão existe. Derrotado é aquele que desiste quando perde. Vencedor é aquele que levanta após a derrota. Eu estou muito motivado. Vi que errei na luta, nos treinamentos. Vou correr atrás do que é meu, atrás do meu sonho, de escrever a história com meu irmão. Eu pedi uma luta ao Bellator para ser no máximo em um mês, estou esperando uma resposta deles. Depois, vou continuar treinando forte, esperar a chegada da minha segunda filha, Laura (que nasce em novembro), e, ano que vem, começar o ano com força total, metendo porrada em todo mundo”, garante. Patrício está aguardando o Bellator confirmar próxima luta, prevista para janeiro de 2015. O lutador tem contrato com mais lutas com a organização e quando o assunto é futuro e a luta que gostaria de ter ainda, ele disfarça. “Sobre a luta que eu sonho, que muita gente pede, eu gosto de enfrentar os adversários que estão se destacando. Quando a galera fala que esse está se destacando, que é da minha categoria, a galera pede e eu gosto disso. Muita gente pergunta de uma luta com José Aldo, mas isso o futuro a Deus pertence e isso pode acontecer”, comenta Patrício.
Fonte: Tribuna do Norte

Globo vence Jacuipense fora de casa, mas não consegue classificação na Série D

O Globo venceu a Jacuipense por 2 a 0 fora de casa, na tarde deste sábado (4), mas não conseguiu garantir a classificação na Série D do Campeonato Brasileiro. No jogo de ida a equipe de Ceará-Mirim havia perdido por 3 a 1 no Barrettão, sendo eliminado então pelo critério do gol fora de casa. O primeiro gol foi marcado pelo atacante Ricardo Lopes(Foto) de pênalti no final do primeiro tempo enquanto o atacante Vavá fechou a conta no início da segunda etapa. Garantido nas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, a Jacuipense agora aguarda a definição dos outros confrontos para conhecer o próximo adversário.

Fonte: Portal no Ar

RANKING MUNICIPAL DE CLUBES ASSUENSES

 


RANKING MUNICIPAL 
DE CLUBES
Atualizado em 03 de outubro de 2014
POS
EQUIPES
PONTOS
1
INDEPENDENTE
5102
2
CORINTHIANS
4282
3
FLUMINENSE
3876
4
DINAMARCA
3314
5
REAL JUVENTUDE
2974
6
BAIXADA
2702
7
PALMEIRAS
2632
8
ESCOLINHA TUPÃ
2604
9
PORTO PIATÓ
2486
10
METAL CLUBE
2428
11
VILENCE
2386
12
GRÊMIO
2198
13
NOVA ESPERANÇA
2094
14
PORTUGUESA
2080
15
MORADA NOVA
2076
16
GUERREIROS UNIDOS
1890
17
VERDE VALE
1816
18
ABC DA MUTAMBA
1780
19
CSA
1696
20
SEI
1620
21
OPERÁRIO MENDUBIM
1008
22
MAUÁ
968
23
UNIÃO
686
24
CRUZEIRO
676
25
FRUTILÂNDIA
598
26
PRISIACA
574
27
SANTA CRUZ
402

ABC terá dois desfalques para enfrentar o Oeste neste sábado

Madson, lateral-direito do ABC (Foto: Jocaff Souza)Por ter recebido terceiro cartão amarelo, Madson não encara o Oeste no sábado (Foto: Jocaff Souza)
A delegação do ABC já viajou para o próximo desafio fora de casa. Após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, pela primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil, o Mais Querido está na cidade de Araraquara, distante 69 quilômetros de Itápolis, local da partida contra o Oeste. O jogo acontece neste sábado, às 21h, no Estádio dos Amaros. De acordo com a programação da comissão técnica alvinegra, os jogadores fazem apenas um treino físico e com bola, marcado para a tarde desta sexta-feira, em Araraquara. No sábado, o grupo abecedista viaja horas antes do duelo contra o Rubrão. Para este jogo, o técnico Moacir Júnior não terá o lateral-direito Madson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e o atacante João Paulo, que sentiu uma lesão muscular no último jogo e voltaram para Natal. O goleiro Edílson e o volante Liel também retornaram. No entanto, o Alvinegro terá os reforços do meia Ronaldo Mendes e do atacante Zambi, relacionados pela primeira vez. A equipe ainda contará com o meia Deyvid Sacconi e os volantes Michel Benhami e Marcel, que não atuaram contra o Cruzeiro.
Ficha técnica
Oeste:  Anderson; Ezequiel, Daniel Gigante, Halisson e Dennis; Dionísio, Leandro Melo, Kleber e Vagninho; Serginho e Reis. Técnico: Roberto Cavalo.
ABC: Camilo; Patrick, Sueliton, Marlon e Samuel; Fábio Bahia, Daniel Amora, Xuxa e Ronaldo Mendes; João Henrique e Rodrigo Silva (Beto). Técnico: Moacir Júnior.
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Márcio Gleidson Correia Dias (PA) 
Horário: 21 horas - Estádio: Dos Amaros (SP) 
Por Natal

América luta para acabar o jejum

O quadro na série B não é tão bonito para o América, que está na 18ª colocação, quatro pontos atrás do Oeste, o primeiro fora da zona de rebaixamento. A reação tem de começar o mais rápido possível, uma vez que para atingir o nível de 45 pontos, que normalmente é suficiente para garantir a permanência de um clube na segundona, o alvirrubro necessita ter um aproveitamento de 52% e conquistar 19 dos 36 pontos que ainda tem por disputar. O adversário de hoje na Arena das Dunas, será o Joinville, que vem bem dentro da competição e luta por uma das vagas de acesso para divisão de elite. A partida começa às 21 horas.
Marcelo Martelotte terá algumas baixas consideradas importantes, mas já poderá contar com os retornos de Val e Jean Cleber ao time
Mas a situação do processo de recuperação possui alguns complicadores: o baixo aproveitamento americano nos jogos em casa, onde acumula uma campanha com quatro vitórias, dois empates e sete derrotas. Aproveitamento esse que é semelhante ao do Joinville como visitante. Além disso existe a questão do longo jejum de vitórias, que está prejudicando o clube, que tem se mostrado muito ansioso e desperdiçando muitas oportunidades de gols. Justamente esse problema é que o treinador Marcelo Martelotte pretende corrigir diante dos catarinenses. Ele que vem trabalhando no fio da navalha. Uma vez que não conseguiu conter a tendência de queda apresentada pela equipe. Em 15 pontos disputados no comando americano, Martelotte conquistou apenas dois, um aproveitamento muito baixo para quem chegou com a missão de dar equilíbrio a equipe. Para a partida de hoje, ele terá o retorno dos volantes Jean Cleber e Val, que não enfrentaram o Flamengo pela Copa do Brasil. O jovem Fábio Braga também ficará como opção. Mas a lista de baixas continua grande, em processo final de recuperação de uma lesão no tornozelo, Fabinho continua vetado, assim como o goleiro Andrey, que vinha sendo o dono da posição até se contundir. Max,com dores na coxa esquerda e Márcio Passos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, também desfalcam a equipe potiguar.
Fonte: Tribuna do Norte

Com dupla função, técnico se escala na zaga em jogo decisivo da Série D

Dos 11 titulares que vão a campo no confronto entre Globo FC e Jacuipense, pelas oitavas de final da Série D, um deles já está escalado. Aos 37 anos, o zagueiro Robson deu a si mesmo a camisa 4 e a vaga no time titular. Isso porque ele, além de jogador, é um dos dois técnicos do time do interior do Rio Grande do Norte. Ele divide a função com Ivanildo Freitas. A dupla comanda a equipe desde a saída de Higor César, que deixou o clube antes da última partida pela primeira fase da competição. Para Robson, o importante é contribuir com a equipe das duas maneiras. Espero que eu possa ajudar da melhor forma em ambas as partes para que nós possamos, quem sabe, conquistar essa classificação. A gente tenta ajudar de todas as formas para que possamos conquistar aquilo que nós planejamos desde o início do ano. Essa é a nossa meta - conta o jogador, que reassumirá a braçadeira de capitão da Águia de Ceará-Mirim. 
Robson - zagueiro do Globo FC (Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)Robson será capitão e treinador do Globo FC contra o Jacuipense Foto: Jocaff Souza/GloboEsporte.com)
Nas duas partidas à frente do Tricolor - vitória por 1 a 0 sobre o Porto-PE e a derrota por 3 a 1 para o Jacuipense -, o zagueiro-técnico ficou apenas no banco de reservas observando e passando orientações para os titulares, mas dessa vez resolveu ir para o jogo. Ele entra na vaga de Anselmo e vai formar a dupla de zaga com Mersinho. O técnico Ivanildo Freitas, que dessa vez vai ficar sozinho à beira do gramado, perdeu o meia Renatinho Potiguar, suspenso, mas terá a volta de Miller e ainda pode utilizar Índio Oliveira, autor do único da equipe no jogo de ida. Na partida deste sábado, o time de Ceará-Mirim precisa reverter a vantagem que os baianos conquistaram no primeiro jogo. No duelo no RN, o Jacuipense venceu por 3 a 1. Agora, o Globo FC precisa ganhar por três gols de diferença ou, se vencer por dois gols, o placar precisa ser no mínimo 4 a 2. Caso vença por 3 a 1, a Águia leva a decisão para as cobranças de pênaltis. O jogo será neste sábado, no Estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana, com início às 16h. 
Por Natal

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

LDM firma acordo com ex-funcionário e leilão do Nogueirão é cancelado

Leilão do Estádio Manoel Leonardo Nogueira estava agendado para a próxima segunda-feira – Foto Wilson Moreno
Leilão do Nogueirão estava agendado para segunda-feira – Foto Wilson Moreno
Aos 48 do segundo tempo. Foi desta forma que o advogado da Liga Desportiva Mossoroense, José Carlos de Brito, definiu o cancelamento do leilão do Estádio Manoel Leonardo Nogueira. Antes com data marcada para ser vendido na próxima segunda-feira, 6, o Nogueirão teve o leilão cancelado devido a um acordo firmado entre o ex-funcionário Valderi Franco, mais conhecido como “Borracha” e a LDM. No acordo, ficou decidido que a parte que será leiloada é onde se encontrava uma churrascaria. Além de pagar a Borracha, o dinheiro do leilão servirá para quitar uma dívida com o outro ex-funcionário, Élio Torres. “Fiz uma petição informando o acordo, aí o juiz pediu para tirar o estádio do leilão. Já estou com a cópia do despacho do juiz para mandar tirar do leilão. Fiz a petição e aos 48 do segundo tempo o juiz despachou aceitando os argumentos. O dinheiro do leilão será utilizado para pagar todas as contas. O que sobrar vamos reformar o campo”, comemorou o advogado José Carlos de Brito. José Carlos explicou que este acordo já estava feito a muito tempo, mas não tinha avançado devido uma possível municipalização do Nogueirão, que acabou não acontecendo. “O acordo já estava feito há muito tempo. Quem sugeriu foi o advogado dele. Como tava as conversas sobre a municipalização, não aconteceu. No próximo dia 15 de outubro terá uma audiência para formalizar o acordo”, disse. Na quarta-feira passada, a juíza Karolyne Cabral Maroja derrubou a liminar da prefeitura que pedia o cancelamento do leilão do Nogueirão. Com isso, caso o acordo não fosse firmado entre a LDM e Borracha, o Nogueirão seria leiloado.
Baraúnas
Também advogado do Baraúnas, José Carlos de Brito, afirmou que o leilão do terreno que pertence ao clube, na estrada para Baraúna, continua de pé. “O leilão do terreno está marcado para a próxima segunda-feira”, disse. O dinheiro do leilão do terreno será utilizado para pagar as dívidas do Tricolor com a Justiça do Trabalho. O clube tem 16 dívidas trabalhistas.
Fonte: Gazeta do Oeste

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Flamengo vence América-RN e fica a um empate da semi da Copa do Brasil



O Flamengo deu um passo decisivo rumo às semifinais da Copa do Brasil. A vitória por 1 a 0 sobre o América-RN, nesta quarta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, deixa o Rubro-Negro a um empate da classificação - jogo de volta será no dia 15, no Maracanã, e o Mecão precisará vencer por dois gols (ou por um, desde que marque ao menos dois). Se devolver o 1 a 0, o time potiguar força a decisão por pênaltis. Gabriel, nos primeiros segundos da etapa final, garantiu o triunfo. O América volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Joinville, às 21h (horário de Brasília), pela Série B do Campeonato Brasileiro. Já o Flamengo recebe o Santos, também no sábado, mas às 16h20 (Brasília), pelo Brasileirão.
O JOGO
O América começou pressionando, com o meia Arthur Maia coordenando as ações, e Rodrigo Pimpão dando trabalho pelo lado direito. O Flamengo, acuado, tinha dificuldades para sair jogando e abusava dos chutões. O domínio potiguar durou pouco, porém. Aos poucos, o Rubro-Negro foi se soltando, mas seguia sem conseguir jogar pelo meio. A saída era pela direita, com Léo Moura às costas de Arthur Henrique. O ala flamenguista criou boas jogadas por ali. A principal delas, aos 25 minutos: ele cruzou para Alecsandro, que chutou a gol. Fernando Henrique deu debote, e Márcio Araújo marcou. O lance, porém, foi anulado, pois Alecsandro estava impedido. O Flamengo voltou aceso para o segundo tempo e abriu o placar com apenas 24 segundos de bola rolando. Tiago Dutra perdeu disputa no meio-campo. Evertou tomou a posse, deu para Alecsandro, que abriu para Gabriel. Livre pela direita, o atacante recebeu, avançou e chutou firme, rasteiro, para quebrar um jejum. Ele não marcava desde o dia 9 de março, na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo. O gol baqueou o América, que demorou a reagir, mas sem muita contundência. Apenas um chute de Márcio Passos, de fora da área, e uma arrancada de Alfredo pelo meio, que não deram em nada. No mais, o jogo era todo rubro-negro. O time carioca tinha campo para jogar e conseguia envolver a defesa adversária, mas falhava no último passe. Aos poucos, o jogo foi diminuindo de ritmo, com o Fla tendo a bola e trocando passes à espera do apito final.
Por Natal

Derrota do ABC por 1 a 0 em MG deixa decisão em aberto

 O ABC conseguiu um resultado que pode ser revertido na Arena das Dunas. Jogando na noite desta quarta-feira (1), em Belo Horizonte, no Mineirão, o Alvinegro saiu derrotado pelo placar mínimo (1 a 0) e agora decide a vaga na semifinal da Copa do Brasil, na Arena das Dunas. O time mineiro jogará pelo empate e, caso a equipe abecedista vença pelo mesmo marcador a decisão vai para a cobrança de penalidades. Vitória por qualquer marcador deixa os potiguares na competição.
Fernando MichelO gol do jogo foi anotado pelo zagueiro Léo, desviando cobrança de escanteio pela esquerda 
O gol do jogo foi anotado pelo zagueiro Léo, desviando
cobrança de escanteio pela esquerda
O gol do jogo foi anotado pelo zagueiro Léo, desviando cobrança de escanteio pela esquerda. Com o resultado, o Cruzeiro vai jogar pelo empate no duelo de volta contra os alvinegros na Arena das Dunas. Derrota por um gol de diferença, com placar de 2 a 1 em diante também garante vaga para os cruzeirenses. Para avançar, os potiguares terão que vencer a Raposa por dois gols de diferença. 1 a 0 para os abecedistas leva a decisão para os pênaltis. O jogo de volta entre Cruzeiro e ABC-RN está marcado para o próximo dia 15, mas antes as duas equipes voltam a pensar no Campeonato Brasileiro. No sábado, a Raposa terá o confronto contra o vice-líder Internacional, duelo no Mineirão. Já os potiguares jogam pela Série B, contra o Oeste, em Itápolis.
Fonte: Tribuna do Norte