O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

domingo, 15 de novembro de 2015

Magno Ramon: “meu trabalho vem sendo reconhecido nos EAU”

Foto: Assessoria Al Wasl FC
Foto: Assessoria Al Wasl FC
Atualmente preparador de goleiros das equipes sub-13 e sub-14 do Al Wasl FC, da cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, Magno Ramon, concedeu uma entrevista para o Portal F9. No Brasil, Magno Ramon teve passagens como preparador de goleiros do Capelense-AL, Campinense-PB, Treze-PB, ABC-RN, Santa Cruz-PE, Vila Nova-GO, Sport Atalaia-AL, Parnahyba-PI, Penedense-AL, Potiguar-RN e Corintians-RN. Em 12 anos, foram oito títulos conquistados, entre eles um tricampeonato paraibano, sendo um pelo Campinense e dois pelo Treze, além de um título estadual pelo Potiguar, em 2013. Agora, no futebol árabe, Magno, de 41 anos, falou sobre o seu trabalho na equipe, sua adaptação e filosofia. O profissional está em sua segunda temporada no Al Wasl. – O trabalho vem sendo satisfatório, apesar de ser muito difícil, pois, você precisa colocar a técnica dos goleiros brasileiros nos goleiros locais, mas desde o ano passado venho conseguindo bons resultados. Está sendo muito proveitoso, pois, os goleiros que estou trabalhando estão sempre nos treinos, sempre se dedicando a minha filosofia. É muito prazeroso você construir, fazer um goleiro aqui no Al Wasl – disse. Pela experiência vivida nessas duas temporadas, para conquistar espaço no futebol dos EAU, o profissional tem que ter personalidade, força de vontade e dedicação, além de mostrar um trabalho diferenciado. O profissional que vier trabalhar aqui, em especial na minha função, tem que mostrar muita personalidade, força de vontade e dedicação. Tem que mostrar que a sua filosofia de trabalho tem que ser melhor e diferente do que a filosofia daqui. É muito difícil, é muito diferente, por que quando treina um goleiro que já vem desde os oito, nove anos trabalhando com os profissionais locais, sempre é complicado adequá-los a outra filosofia. Então é um trabalho que demora, que requer atenção. Tenho quer mostrar para eles a diferença entre as filosofias de trabalho, fazendo com que eles se mostrem contentes em vir treinar – contou. Desde que chegou ao Al Wasl e implantou sua filosofia de trabalho, Magno fez com que três goleiros chegassem as seleções de base dos Emirados Árabes Unidos. Resultado que o profissional destacou como uma grande recompensa.
Foto: Assessoria Al Wasl FC
Foto: Assessoria Al Wasl FC
Para mim vem sendo muito importante. Já são três goleiros que coloquei na seleção. Foram oito anos sem nenhum goleiro do Al Wasl vestindo a camisa das seleções de bases dos Emirados Árabes Unidos e consegui colocar três, um em menos de dois anos de trabalho. É fruto de um reconhecimento do meu trabalho nos EUA e da dedicação dos atletas. Destaco o Sallen, que ano passado foi titular da seleção sub-14 e hoje é titular sub-15.  Neste ano, o Omar já foi convocado para a seleção sub-13. Também tem o Saif. Outro goleiro que destaco é o Abdal. Isso para mim é uma grande recompensa, pois isso mostra que meu trabalho vem sendo bastante reconhecido pelo Al Wasl – destacou. Magno finalizou a entrevista fazendo uma comparação entre o seu primeiro ano de trabalho e o atual momento na equipe. No primeiro ano, em 2014, eu tive um pouco de problema de adaptação ao clima, pois é muito quente, chegando até a 54° graus. Mas, não tive problema com o fuso horário, consegui me adaptar bem a isso. Além do calor, outra dificuldade que enfrentei no primeiro ano foi em relação a adaptação do meu trabalho aos goleiros daqui, pois eles não tinham a concentração que os goleiros no Brasil tem. Então, o difícil foi fazer eles gostarem do trabalho, para melhorar cada vez mais. Mas, agora essas barreiras já foram rompidas, está sendo um momento muito especial para mim. Está sendo uma experiência maravilhosa. Espero fazer novamente um grande trabalho e continuar no clube por muito mais tempo. Espero continuar com a dedicação e, quem sabe um dia, chegar ao time profissional do Al Wasl – finalizou.
Fonte: Marcelo Diaz/F9

Nenhum comentário:

Postar um comentário