O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Baraúnas bate o Potiguar de virada na reabertura do Nogueirão

Foto: Fábio Oliveira/F9.net.br
Potiguar e Baraúnas realizaram na noite desta quinta-feira (26), um jogo equilibrado, no primeiro clássico do ano, confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Estadual. Apesar do equilíbrio, a partida terminou com a vitória do Baraúnas por 2×1, marcando a reabertura do estádio Nogueirão, após três meses de interdição. O primeiro gol foi marcado pelo Potiguar aos 18 minutos do primeiro tempo, em cobrança de pênalti sofrido por Giovanni que o atacante Cleiton Júnior cobrou no canto direito de Érico. O empate do Baraúnas veio aos 31 minutos em cobrança de falta de Gabriel Maia. A bola ainda tocou na trave antes de entrar. Quando tudo caminhava para o empate, aos 41 minutos do segundo tempo, o atacante Caio Dittmar, que entrou no segundo tempo, chutou do bico da entrada da área e acertou o ângulo direito da trave de Rafael Dida. Um golaço para fechar o clássico de número 105 na história dos dois clubes. O resultado foi excelente para o Baraúnas, que voltou à liderança do Estadual, superando o ABC, ambos com sete pontos. Já o Potiguar permaneceu na sexta posição, com apenas três pontos. Na próximo domingo (29), o Potiguar vai a Natal, enfrentar o Alecrim, na Arena das Dunas. Já o Baraúnas recebe, no Nogueirão, o time do ASSU.
Ficha Técnica
Potiguar 1×2 Baraúnas
Local: Nogueirão (Mossoró)
Renda: R$ 46.930,00 - Público pagante: 2.082
Público não pagante: 230
Arbitragem
Leandro Saraiva Dantas de Oliveira
Leandro Lincoln Santos Neves
George Ítalo Antas Nogueira
Cartões amarelos: Baraúnas: Érico, Balinha, Ìtalo. Potiguar: Viccari
Gols: Cleiton Júnior (pênalti – 18/1º), Gabriel Maia (falta – 31/1º) e Caio Dittmar (41/2º)
Potiguar: Rafael Dida; Glaubinho, Luiz Alberto, Cláudio Baiano e Ciel; Sidney, Batata, Jozicley e Lucy Júnior (Viccari); Cleiton Júnior e Giovanni (Diego). Técnico: Dário Lourenço.
Baraúnas: Érico; Balinha, Ferreira, Nildo e Alexsandro; Yago, Felipinho (Jhonson), Ítalo e Beleu; Capacete (Caio Dittmar) e Gabriel Maia (Luiz Maia). Técnico: Barata.
Fábio Oliveira/F9.net.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário