O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

ASSU, O Camaleão do Vale comemorou 16 anos de fundação

O Time de 2005 esteve muito perto do titulo, parou numa semifinal contra o América
O Estádio Edgard Borges Montenegro, "O Edgarzão" foi inaugurado em 16 de outubro de 2001, no ano seguinte 10 de janeiro de 2002, os desportistas Assuenses aproveitando o embalo da conquista do Estádio construido em regime de mutirão pelo GRUPEA(Grupo Unido Pelo Esporte Assuense), se reuniram, e através de consulta popular fundaram o A.S.S.U, (Associação Sportiva Sociedade Unida) e que depois viria a ganhar o seu mascote, com um nome bem sugestivo para a região do Vale do Açu; "O Camaleão do Vale". A Rádio Princesa do Vale foi uma das grandes responsáveis por essas conquistas; O Estádio, o Clube  e o Mascote, este último foi inspirado nas musicas do Chiclete com Banana, pois a maioria das letras fazia alusão ao bicho Camaleão; Aí foi fácil, bastou tocar muito que a galera foi atrás do Caminhão e do Camaleão. 
2005 - Perto de Titulo
Depois de fundado em 2002, o ASSU sempre incomodou muito aos grandes times da capital, conseguiu resultados surpreendente, chegou a golear o ABC em pleno frasqueirão por 5 a 0. Venceu o América por 2 a 0 em pleno machadão numa semifinal de 2005, mais com um time sem reservas a altura do time titular, no jogo de volta perdeu por 3 a 0 no Edgarzão e isso provocou uma decepção enorme na sua torcida, que via naquele time a grande chance do titulo estadual, o que acabou não acontecendo.
2006 - O fenômeno Baixa do Meio
Em Jogo eliminatório pelas quartas de finais deste ano, o ASSU enfrentou o ABC em Baixa do Meio pois tinha perdido o seu mando de campo. Isso causou uma revolta na torcida Assuense que prometeu invadir Baixa do Meio(distrito de Guamaré) coisa ue acabou acontecendo. 23 ônibus saíram da cidade naquele domingo, e debaixo de um temporal o Camaleão acabou empatando o jogo e se classificando para a semifinal contra o Potiguar de Mossoró. Só que o ABC entrou com um protesto no TJD e ficou com a vaga: não conformados com a decisão passional dos membros do tribunal a direção do ASSU apelou para o STJD no Rio e acabou vencendo, só que esse processo demorou 45 dias e aí a direção do clube não teve condições financeiras de manter todo o elenco, resultado jogou com um time caseiro, e o resultado foi o pior possível, empate em casa e goleada em Mossoró. O Potiguar fez a final contra o Baraúnas. 
2009 - Finalmente o titulo 
O Time que ganhou o primeiro turno de 2009
Em 2009 o ASSU buscou um treinador que já tinha feito um excelente trabalho no Santa Cruz do Inharé, e conquistado o titulo Maranhense em 2008; O Baiano com raízes Carioca, Hugo Sales, a partir daí foi montado um elenco a dedo, mesclado com experiência, juventude e um banco a altura, ou seja, diferente de 2005, em 2009, foi o ano que o Camaleão tinha um time muito bom jogando, e outro a altura no banco. No primeiro dia de trabalho de Hugo Sales a frente do Camaleão, ele mandou fazer uma faixa com os seguintes dizeres; "ASSU, CAMPEÃO ESTADUAL DE 2009"; esse otimismo de Hugo Sales contagiou todo o grupo que chegou a final do primeiro turno contra o Santa Cruz, vencendo fora e empatando no Edgarzão. Só que antes de terminar o turno, Hugo Sales acabou saindo para o CSA de Alagoas, e quem comandou o time nos dois jogos finais foi o seu auxiliar André Luiz. Com a conquista do primeiro turno, o Camaleão relaxou no segundo turno, e aí parecia que tinha algo que estava escrito para acontecer e que ninguém havia previsto; Hugo Sales não conseguiu fazer o CSA jogar, e voltou para o ASSU a convite da diretoria para tentar melhorar a campanha do time no segundo turno, e logo na sua volta, o time que vinha de tres derrotas, conseguiu vencer o Baraúnas em pleno Nogueirão. O time não conseguiu chegar a final do segundo turno, mais os últimos resultados positivos levantaram a auto estima do elenco que ficou esperando o Campeão do segundo turno. Com a vantagem de jogar em casa e descansado, o ASSU atropelou o excelente time do Potyguar de Currais Novos no primeiro jogo pelo placar de 4 a 1, em noite inspirada de Luciano Paraíba. No jogo de volta perdeu por 2 a 1, mais o resultado do primeiro jogo fez a diferença, e mais uma vez um comboio de torcedores em vários ônibus invadiu Caicó,(Já que o estádio de Curais Novos foi interditado) e debaixo de muita chuva, depois de um jogo emocionante e nervoso, finalmente esse torcedor pode soltar o grito de "É Campeão".
O Elenco do Camaleão - Campeão Estadual de 2009
2014 - O ano do rebaixamento
Com sequelas de 2013, a temporada de 2014 começou com altos e baixos e o resultado não poderia ser diferente, o rebaixamento que veio depois de dois jogos dramáticos contra o Palmeira de Goianinha, que jogou com a vantagem de decidir em casa. No primeiro jogo no Edgarzão, o ASSU virou o jogo para 2 a 1 depois de ficar atrás do placar, No jogo de volta, perdeu por 1 a 0 no tempo normal, e 4 a 1 na disputa dos pênaltis em grande noite do goleiro Messi do Palmeiras de Goianinha que permaneceu na divisão de elite do futebol do RN e rebaixou o Camaleão para segunda divisão. 
2015 - A volta por cima
A mudança de atitude veio logo com a chegada dos vereadores Chico Lavoisier e Tê para dirigirem o time, o então presidente Dailson Machado não fez questão de passar o bastão para a dupla, que de imediato contratou o treinador Igor Cesar, só que no dia da apresentação, o então treinador veio comunicar que não poderia ficar no time porque tinha recebido uma proposta do Globo, e o pior, alguns jogadores que ele tinha indicado também não ficaram; O jeito foi buscar um novo nome, e por indicação de alguns atletas que estavam no elenco, o nome escolhido foi o do Paraibano Reginaldo Sousa, que caiu como uma luva no projeto de voltar o ASSU para a primeira divisão do RN. E depois de uma campanha irretocável e de forma invicta, o Camaleão goleou o Santa Cruz na final por 6 a 2 e deu a adeus a segundona, voltando novamente a elite do futebol do RN em 2016. Parabéns ASSU, O Camaleão do Vale pelos 16 anos de glória.   
Por: L. Filho - Imagens Frank Marcondi

Nenhum comentário:

Postar um comentário